Quais são os benefícios da gratidão na vida das pessoas?

1 de junho de 2020 | por Thais Falavigna
GRATIDAO

São muitos os benefícios da gratidão para a saúde de quem a pratica. Cultivar a gratidão não só nos ajuda a cultivar o bem-estar emocional e a regular o estresse, mas também tem repercussões positivas sobre a saúde física.

Não é de se surpreender que a gratidão seja benéfica para a saúde emocional. O que é um pouco mais impressionante é que ser grato ajuda a melhorar a saúde física, sobretudo na cultura do mente sã num corpo são”.

A boa notícia é que seja qual for o método que utilizemos para agradecer, todo agradecimento melhora de alguma forma a nossa saúde. Isso ocorre graças aos maravilhosos efeitos neurológicos que a gratidão tem sobre nós.

De acordo com diversos estudos realizados nos últimos 3 anos, consta que as pessoas que experimentam e expressam a gratidão reportam menos sintomas de doenças físicas e uma melhor qualidade do sono. Embora os efeitos imediatos da gratidão sejam claros, os autores argumentam que a gratidão também contribui para o sucesso a longo prazo nas relações e no bem-estar pessoal.

Os benefícios da gratidão para o cérebro

Você sabia que a gratidão é viciante? no bom sentido da expressão! Os atos de bondade e de agradecimento liberam grandes quantidades de dopamina, uma recompensa natural que funciona como estimulante para continuarmos motivados a cultivar o próprio agradecimento.

A gratidão diminui os níveis de dor física

Pode ser difícil de acreditar que uma coisa tão simples como ser grato possa aliviar a dor física. No entanto, é completamente verdadeiro; muitos estudos comprovam isso. 

A gratidão favorece a liberação de dopamina, podendo também ajudar a melhorar a dor física. Isso ocorre porque a dopamina é um neurotransmissor que desempenha um papel essencial no processamento da dor, e seu efeito analgésico é muito importante.

Além disso, as pessoas que cultivam a gratidão praticam exercícios com mais frequência e são mais propensas a fazer exames médicos, o que provavelmente contribui para a sua longevidade.

Por outro lado, também foi constatado que, no que se refere à saúde física, a gratidão pode reduzir a pressão arterial e melhorar a função imunológica. Além disso, a gratidão é associada a níveis mais altos de colesterol bom (HDL) e níveis mais baixos de colesterol ruim (LDL).

Ela também é associada a uma redução dos níveis de creatinina, um indicador da capacidade dos rins para filtrar os resíduos da corrente sanguínea. Além disso, ela reduz os níveis de proteína C reativa, um fator da inflamação cardíaca e das doenças cardíacas.

Melhora o sono

Um dos motivos pelos quais a gratidão melhora tanto o bem-estar emocional quanto o físico é porque ela melhora a qualidade do sono. Sim, a gratidão aumenta a qualidade do sono, diminui o tempo necessário para adormecer e prolonga a duração do sono.

A chave é o que está em nossa mente quando estamos tentando pegar no sono. Se você tem preocupações ou alguma coisa está lhe causando ansiedade, o nível de estresse no corpo aumenta, reduzindo a qualidade do sono, mantendo-o acordado e cortando o seu sono. Mas se você pensar naquelas coisas pelas quais se sente grato, seus pensamentos vão induzir uma resposta de relaxamento, o que vai ajudá-lo a dormir.

Alivia o estresse

Dormir melhor implica estar mais relaxado, o que é bom não só para a nossa saúde mental, mas também para o nosso coração e nosso sistema nervoso, visto que nos ajuda a gerir melhor o estresse.

Também foi descoberto que a gratidão nos torna mais resistentes aos traumas e aos eventos estressantes, e que ajuda na recuperação depois de algo traumático.

Reduz a ansiedade e a depressão

Vários estudos sobre os benefícios da gratidão demonstraram que manter um diário de gratidão, ou escrever e enviar notas de agradecimento, pode aumentar a nossa felicidade a longo prazo em mais de 10%. 

Aumenta a energia e a vitalidade

A gratidão nos torna mais fortes, tanto física quanto mentalmente. Por um lado, a gratidão nos faz estar mais saudáveis e, por outro, nos ajuda a ser mais otimistas e a ter mais energia.

As pesquisas sobre a gratidão demonstraram repetidamente que as pessoas gratas têm níveis de energia mais altos, são mais relaxadas, mais felizes e mais saudáveis. Isso nos leva à conclusão de que ser grato tem o potencial de alongar a nossa vida útil.